O Chão que Me Sustenta

Meu Espírito me presenteou com imagens surpreendentes esta manhã, ao soprar a poeira ainda guardada pelos cantos da memória um tanto sonâmbula de minha separação. E assim foi que o momento da partida havia chegado naquele breve adeus após o café da manhã, e eu ultrapassava sozinha o portão, deixando para trás a antiga casa…

Por que razão morar nestas verdes montanhas Responde só o sorriso o coração sereno A flor de pessegueiro cai as águas seguem Entrando a um outro mundo além do meio humano "Resposta na Montanha" Li Bai Tradução de Ricardo Primo Portugal e Tan Xiao